Desmatamento da Amazônia em 2020

Esse ano foi de muitos acontecimentos marcantes. O Brasil, além de ser um dos países mais afetados pela pandemia de COVID-19, passou por recordes de desmatamento profundos esse ano. Como falamos anteriormente em nosso blog, o Pantanal foi de longe um dos lugares que mais sofreram com as queimadas. Contudo, a Amazônia se destacou pelo grande aumento do desmatamento.

Comparando os dados de 2020 com os dos últimos dez anos, vemos que o desmatamento desse ano atingiu um recorde, com cerca de 11 mil km² de área desmatada somente na Amazônia.


Imagens do Desmatamento na Amazônia.


Em 2020, também tivemos o registro da maior apreensão de madeira ilegal retirada da Amazônia da história. Essa semana, uma operação cunhada com o nome de Handroanthus GLO (referência ao nome científico do ipê e à Garantia da Lei e da Ordem) apreendeu aproximadamente 44 mil toras de madeira.


Maior apreensão de madeira ilegal da Amazônia já registrada.
Parte da madeira ilegal apreendida na Amazônia durante a operação.

Essa é uma operação, que ainda está em andamento, muito bem-sucedida para diminuir o contrabando ilegal de madeira, mas esses dados mostram que isso ainda não é o suficiente. Cabe ao atual governo trazer medidas eficazes que diminuam significativamente o índice de desmatamento ao longo dos anos, principalmente com o auxílio da tecnologia, pois não podemos esquecer que a Amazônia é um dos maiores bens que temos no mundo, sendo a floresta com a maior biodiversidade mundial, e que tem forte influência no clima brasileiro.




7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo