COP26: Países comprometem-se a eliminar uso do carvão

Diversos estudos científicos já evidenciaram que a queima de carvão, assim como de combustíveis fósseis, vem sendo um gigantesco responsável pela intensificação do aquecimento global desde o início de seu uso em larga escala na Primeira Revolução Industrial, ocorrida na Inglaterra. Desde então, o carvão foi sendo utilizado em grandes quantidades por indústrias de todo o mundo e por termoelétricas.

(Reprodução/Extraclasse)

Enxergando ser impossível dar continuidade aos planos de contenção da elevação da temperatura média global em mais de 1.5ºC, líderes de 77 países assinaram hoje, dia 4 de novembro, um acordo que prevê o abandono do uso do carvão, de acordo com Alok Sharma, presidente da COP26. Contudo, China e EUA, os quais são um dos países mais poluidores do mundo, não assinaram o acordo.



62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo